sexta-feira, 20 de agosto de 2010

Pinceladas e pedaladas

Cheguei na sexta feira com minha bicicleta empacotada para um fim de semana de pintura e pedaladas. Suely e Fernando, os organizadores do workshop, estavam no aeroporto e fomos direto almoçar no Restaurante Daissen na Comunidade Zen Budista de Florianópolis. De tarde fui acompanhado por Juliana e Monge Gensho pelo centro da cidade onde aprendi um pouco da cidade. De lá caminhei até o mirante da ilha onde fiz minha primeira foto. Era meio da tarde e o sol insistia em aparecer junto à ponte antiga que ligava a ilha ao continente. Alguns já devem saber que adoro pontes!


Arrumamos a sala de meditação do Centro Zen Budista e logo chegaram os participantes da oficina. Não muitos, oito. Para um primeiro evento achei ótimo. Poucos conhecem o Sumi-e e muitos fogem quando o tema é desenhar, pintar, criar. Logo começamos a nos apresentar e sugeri um formato diferente para esse momento. Ouvir o nome, a profissão e a idade não me diz muito para um primeiro contato. Gosto de ouvir alguma coisa curiosa, um momento importante vivido pela pessoa, algo especial. Vejo a minha vida como um riacho. E somos todos um riacho. Cada um fazendo o seu curso, alguns velozes, outros largos, outros rasos e todos cheios de nutrientes e vida em suas águas. E partindo dessa provocação - o que você me contaria do seu rio? – comecei a saber melhor quem estava por lá.

Suely e Fernando, os anfitriões

Foi um momento breve para nos conhecermos e poder apresentar a proposta da oficina. Em seguida Suely e Fernando me levaram para a Casa de Retiro Vila Fátima onde ficaria hospedado. Era tarde e tinha fome. Só havia biscoitos e café no final do corredor de cada andar. Normalmente a Casa está sempre ocupada com religiosos ou não em retiros. Mas nesta noite só haviam 6 quartos ocupados e o pior. Todos já tinha jantado. Uma senhora percebeu meu vaguear pelos corredores e perguntou se estava tudo bem. Eu devia estar com cara de esfomeado! Ela me encontrou e disse que logo haveria uma comidinha na cozinha. Ao chegar no refeitório a surpresa: sopa de aipim com pãezinhos integrais.

Na manhã de sábado me dei conta do lugar onder estava. A vista maravilhosa da Praia da Armação foi a primeira imagem do dia. Meu quarto escolhido a dedo ficava acima do mirante do Morro das Pedras!
Depois de tomar café e vislumbrar a vista do Morro das Pedras fui com meus anfitriões para a Comunidade Zen Budista de Florianópolis onde o workshop aconteceu. No mesmo lugar há o Restaurante Daissen tocado pela Bia que nos preparou o almoço no intervalo. Melhor que contar como foi este encontro é ver as imagens maravilhosas que Michel Seikan produziu quando não estava pintando. Vale a pena conferir o olhar dele.

http://picasaweb.google.com.br/zenbudhismo/SumiEAikido?feat=directlink

No domingo foi dia de pedalar pelo sul da ilha. Armação, Pantano do Sul, Lagoa do Peri, Ribeirão da Ilha, com direito a pausa para comer ostras frescas na beira-mar. Abaixo estão algumas umas imagens do passeio pela ilha. Inesquecível! Um imenso agradecimento a todos que fizeram parte do desfrute destes dias em Florianópolis.









5 comentários:

Pat disse...

Ê cidade bonita!

Pat disse...

Que privilegiado!

Cris Tarcia disse...

Olá Bueno, recebi um email dizendo que vc vai estar aqui em Belo Horizonte dando o seu curso de sumi-e, estou aguardando o dia e mes, quem sabe vai dar para participar, parece ser muito interessante.

Um grande abraço

sandra disse...

Que fotos lindas, zé! Tö esperando as de Amsterda agora...
bjks

sandra disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.